No Image

Vai Andando Que Estou Chegando

13 Abril, 2024 Jornal do Algarve 0

Cerca de um mês após as eleições inicia-se esta semana o debate na AR sobre o Programa do Governo. Confesso que o País perdeu tempo em demasia com formalismos protocolares que sendo aceitáveis no reconhecimento de resultados, na apresentação do PM e posteriormente do governo no seu conjunto, se levou tempo em excesso que, com […]

Que nos salve o futebol…

13 Abril, 2024 Jornal do Algarve 0

Desde sempre, para os nossos primeiros, foi imperial como tudo que é vida… manteremo-nos vivos e daí a competição ser inata de par com outro conceito não menos importante… a noção do colectivo e em particular do(s) núcleo(s) familiares que julgo posteriores(?). As competições futebolísticas não representam hoje mais do que uma sempre presente determinação […]

Rumo aos 67 anos (5) (fechando com Vicente Campinas)

13 Abril, 2024 Jornal do Algarve 0

A 30 de Março de 1974, quando já se assomava a aurora da Revolução de Abril, e na edição em que o Jornal do Algarve consagrava o seu 18.º aniversário, A. Vicente Campina1, um dos maiores antifascistas da minha terra (Vila Real de Santo António), empurrava para a página 3, em Ponte de Mira e […]

Sentido Analítico

13 Abril, 2024 Região Sul 0

Sem necessidade de quaisquer dados estatísticos do INE ou de aprofundados estudos universitários comportando elaborados gráficos e

Os Algarves – Parte I

12 Abril, 2024 Região Sul 0

O aumento competitivo do turismo do Algarve passa, necessariamente, por uma aposta naquilo que nos identifica e diferencia relativamente a

Tuberculose doença e vacinação

12 Abril, 2024 Jornal do Algarve 0

Em abril de 2022, em carta dirigida à Direção Geral de Saúde, como médico pediatra e como cidadão, manifestei a minha grande preocupação, pelo facto de constatar a chegada diária de refugiados, quer de países de leste, quer de países do continente asiático e africano, regiões onde a taxa de tuberculose é elevada e onde […]

As coisas que se devem dizer – 1

12 Abril, 2024 Jornal do Algarve 0

A morte de Nuno Júdice é um golpe terrível na literatura portuguesa e na literatura europeia, sendo ele, como era, a mais destacada voz poética portuguesa contemporânea. Homenageá-lo agora que fisicamente se nos desaparece é um acto de imensa justiça e de não menos imensa gratidão. Acto que é acima de tudo um dever. Não […]